Marcador "Cinema"

Como sempre aqui no Humanoides, esta vitrine para o cinema independente brasileiro, procuro discorrer sobre alguns exemplares desta modesta porém transbordante vertente do cinema nacional: os curta-metragens. Cineastas como o pernambucano Lula Magalhães, o goiano Absair Weston e sua filha

Há alguns meses, publiquei aqui mesmo no site Humanoides (uma vitrine já conhecida para a divulgação do cinema independente brasileiro), as críticas de dois curtas da jovem e talentosa cineasta brasileira Jackeline Weston; o poético Kouka, e o sensível O

É isso mesmo que você está vendo, 2015 acertou a infância de muitos em cheio, entregando remakes, reboots e continuações de jogos e filmes que marcaram a boa época do pãozinho com mortadela e Nesquik de Morango no café da

Demorou mas o Humanoides finalmente retornou aos podcasts, se você era um antigo leitor nosso deve se lembrar de alguns, desta vez decidimos fazer igual ao Universo da DC e da Marvel e fazer um reboot de tudo, claro começar

Nada melhor do que assistir a um bom filme não é? O cinema tem encantado gerações há mais de um século, graças aos irmãos Lumiére, e se renova a cada dia com a tecnologia, porém os clássicos sempre ficarão guardados

Essa é pra você que não se incomoda de ver trechos do filme antes de ele ser lançado nos cinemas, as habilidades de luta do Capitão e da Viúva melhoraram demais depois dos eventos do filme “Vingadores”. Só me deixou

12 Anos de Escravidão um filme sobre umas piores época da história. Um filme forte e tocante que concorre ao Oscar de Melhor Filme e Chiwetel Eijofor como Melhor Ator e Lupita Nyong’o como Melhor Atriz Coadjuvante.

Como todos vocês sabem, no dia 20 de maio de 2013 Ray Manzarek nos deixou com um legado inegável, fundador do The Doors Ray mostrou ao mundo do rock que numa grande banda de rock não é preciso ter um baixista, basta apenas ter um dos maiores tecladistas da história, essa é a homenagem que o humanoides presta a esse grande músico.

Era uma vez dois irmãos que foram deixados sozinhos propositalmente pelo pai deles no meio de uma floresta escura durante a noite, onde eles encontram uma casa decorada de doces e começam á come-la por causa da fome, a porta