A Lenda de Tarzan (2016): Apenas um bom entretenimento
22/07/2016
RafaTanaka (732 artigos)
0 comentários
Compartilhar

A Lenda de Tarzan (2016): Apenas um bom entretenimento

FacebookTwitterGoogle GmailShare

Crítica A Lenda de Tarzan

Uo,uo,uo,o,o,o,o. Olha o grito do tarzan, brincadeira.  O personagem é dos mais memoráveis da cultura pop, mas nem todo seus conteúdo na transmídia faz jus a figura criada, os filmes dos anos 60 trouxeram um marco para o cinema, um personagem criado por gorilas, parte homem e parte animal, ele lida com os conflitos das duas vidas e também em conhecer a humanidade pela primeira vez, para mim um dos conteúdo que mais trouxe algo brilhante foi a animação feita pela Disney (olha ela aí de novo), com direito a trilha sonora de Phil Collins no memorável You’ll be in My Heart. 

O diretor David Yates (Harry Potter: A Ordem da Fênix)  assume esta nova empreitada com Alexander Skarsgård, Margot Robbie, Samuel L. Jackson e Christoph Waltz. Um elenco de peso conduzido por uma pessoa que veio de grandes filmes da Warner não salva a experiência vista na tela.

A Lenda de Tarzan,  traz John Clayton (Alexander Skarsgård), o rei das selvas que abandonou suas origens e nega seu passado, vive preso a cidade grande e aos costume de uma vida normal de lorde ao lado de sua esposa Jane (Margot Robbie) , porém  seu antigo país natal corre perigo nas mãos do Leon Rom (Christopher Waltz) que está criando um exército de escravos além de querer extrair todos os diamantes, com ajuda Dr. George Washington Williams (Samuel L. Jackson) ele deve salvar seu povo, sua amada e sua terra. Caraca, quanta coisa, hein.

Onde parecia ser uma enorme oportunidade para trazer o ar de aventura e emoção, não a experiência e carisma que outras obras, com um ritmo arrastado e muitas vezes cansativos, os melhores momentos são diretos e logo terminam sem grandes pretensões.

A execução do filme não ajuda muito, faltou um pouco do braço forte e fantástico de David Yates, ele fez grandes trabalhos na saga Harry Potter, mas não assumo que a culpa todo foi sua, o roteiro também tem seus pontos massantes, talvez faltou uma melhor trabalhada dos roteiristas Adam Cozard  e Craig Brewer, temos personagens poucos explorados, principalmente os gorilas que deveriam ter um papel maior na vida de Tarzan e acabam por não serem tão contemplados, os flashbacks por mais que tentam explorar umabackground maior dos personagens erram ao deixar a narrativa  cansativa e que muitas vezes prejudicam ainda mais a trama, não chega a ser totalmente ruim mas sua execução poderia ser sido melhor.

Alexander Skarsgård entrega o que é preciso para seu Tarzan, um cara boladão e cheio de atitude, porém mais quieto e solitário em seu lugar, parece que algo o deixou rancoroso e de poucas palavras. ChristophWaltz é aquele mesmo, não entrega nada de novo e preso aos mesmos paradigmas, deve ter sido a maldição do Oscar. Samuel L. Jackson é o alívio cômico, suas piadas funcionam hora sim e hora não. Agora quem se sobressai é sem dúvida Margot Robbie, ela está condizente, demostra grandes emoções e demostra não apenas ser mulher do Tarzan, ela é uma personagem forte e com grande carisma, sabemos o que podemos esperar em Esquadrão Suicida.

A Lenda de Tarzan é aquele filme que precisava de mais atenção, por um bom lado não existe uma história de origem mas por outro a história original não traz nada de novo. Um bom entretenimento, aquele típico  filme para ver sem grandes pretensões, sem esperar uma grande história, apenas um filme para sentar e se divertir.

FacebookTwitterGoogle GmailShare

comentários

Nota
3 de 5
No Geral

A Lenda de Tarzan aposta em uma história original com um grande elenco, porém faltou mais entusiamo em sua narrativa e mais emoção em seus dilemas, nem sempre somos empolgados e levados para dentro da experiência. O filme é salvo por ser um bom entretenimento se deixar sua mente livre e não esperar nada a mais.

3

Regular
3 de 5
RafaTanaka

RafaTanaka

Diretor de Atendimento/ Planejamento e Redator. Formado em Publicidade e Propaganda. Amante do Cinema, Quadrinhos e Games.

Comentários

Sem Comentários Ainda Você pode ser o primeiro a comentar neste post!

Escrever comentário

Seus dados estarão seguros! Seu endereço de email não será publicado. Seus outros dados também não serão compartilhados com terceiros. Os campos obrigatórios estão marcados como *