Quadrinhos

A HQ Injustice: God Among Us que conta detalhes do universo DC antes do enredo do game chega ao Brasil em breve. Pronto pra conferir toda a loucura do Superman.

A vida é cheia de escolhas, algumas que o levam para o caminho certo e outras para a pura escuridão. Esse é o tema do história de A Dádiva, uma história emocionante e marcante do nosso azulão Superman.

Livros com personagens em quadrinhos existem há anos. Meu primeiro contato com um foi em meados de 1996, com “Super Homem: morte e ressurreição”, que adaptava canhestramente todo o arco de histórias envolvendo a morte e retorno do azulão. O resultado foi tão traumatizante que somente esse ano voltei a ler um livro baseado em quadrinhos, no caso “Os últimos dias de Krypton” de Kevin J. Anderson ,que como o título indica narra o fim da civilização kryptoniana em paralelo à ascensão e queda do General Zod e o relacionamento entre Jor El e Lara, futuros pais daquele que seria o último sobrevivente de Krypton. Tempos depois,topei com “Wayne de Gotham” na Saraiva e, é claro, logo estava lendo o que prometia ser uma história interessante mas acabou sendo um fiasco narrativo

O arco tem início com Karen Page, ex-namorada de Murdock e viciada em drogas, ela acaba por vender sua identidade secreta por uma picada de heroína, a um traficante, que a revende ao Rei do Crime. A partir disso a vida de nosso personagem é destruída de uma forma surpreende, onde foco não é destruir somente ele como herói, mas também como pessoa, ao ponto de perder do seu emprego e seu escritório deixando sem exercer sua função como advogado, contas e dívidas aparecem, e no fim até sua casa é explodida. A melhor maneira de acabar com uma pessoa é destruir tudo o que ela levou anos construir, privando de seu sucesso, e por fim sua autoestima estará tão baixa que se destruirá sozinha, da pior maneira possível.

A primeira vez em que ouvi falar na trama de Grandes Astros : Superman eu torci o nariz: ao resgatar a primeira missão tripulada ao Sol, Superman acaba sendo saturado pela energia solar, o que faz com que suas células comecem a se deteriorar, e isso acabará por levá -lo à morte, um destino ao qual nem ele pode escapar.Eu já havia lido todo o arco da Morte e do Retorno,então achei que se tratava de uma tentativa canhestra de repetir o sucesso e por causa disso nem dei atenção ao lançamento, mesmo sendo de autoria do “porralouca” Grant Morrison , autor de “Asilo Arkham “, uma das minhas histórias favoritas…

  O que você faria se a maior trajetória de sua família fosse sobreviver a segunda guerra mundial? Art Spiegelman fez uma das melhores obras sobre a Segunda Guerra. Maus conta a trajetória de seu pai, um judeu polonês, sobrevivente