Arquivo

A sinopse e o trailer de Sete minutos depois da meia-noite não são muito encorajadores. A princípio parece que o filme é apenas um punhado de clichês com o propósito de arrancar lágrimas. O que me motivou a investir um

Contexto: guerra fria. Corrida espacial entre Estados Unidos da América versus União Soviética, ao mesmo tempo em que no primeiro citado, passa-se um violento embate racial entre negros e brancos. Importante dizer que o filme apesar de somar dois assuntos

Em minha crítica do filme Spectral, publicada em outro site, mencionei a disparidade de qualidade entre as séries e os filmes produzidos originalmente pela hoje gigante do entretenimento, Netflix. Se na produção das séries, a produtora arrebenta com produtos cada

Crítica: John Wick: Um Novo Dia Para Matar (John Wick: Chapter 2) Quando lançado em 2014, uma pequena gema da ação capturou imediatamente minha atenção e também a de vários fãs do gênero. O filme era De Volta ao Jogo

Nome Próprio possui diversas qualidades, mas o que enaltece a trama é a atuação assombrosa de Leandra Leal. O filme é baseado no livro “Máquina de Pinball” de Clarah Averbuck e conta a história de Camila, uma blogueira cujo o

Com uma tradução de título totalmente desnecessária, que duvida da capacidade do espectador brasileiro de entender um filme, mastigando sua ideia e mensagem em um frase, ”Fences” (Cercas, em inglês), chega em algum momento de fevereiro aos cinemas brasileiros. Com

‘Kubo e as Cordas Mágicas” é o novo filme do estúdio de animação em ‘stop-motion’ Laika. ‘Stop-motion’ para quem não sabe consiste em animar se utilizando de objetos reais, isto é, sejam eles bonecos de massinha, ou qualquer outro tipo,

Vamos tirar o elefante da sala: eu odeio musicais, porém, admito ser um dos gêneros mais importantes da história do Cinema. Ajudou imensamente a sétima arte ressurgir artisticamente e economicamente durante a depressão dos anos de 1920 dos Estados Unidos,

Crítica: A Seita Misteriosa (Sound of My Voice) No mesmo ano em que surgiu com o ótimo A Outra Terra, a atriz e roteirista Brit Marling escreveu e atuou também neste A Seita Misteriosa (Sound of My Voice, EUA, 2011),