Caso de Amor (2013):  O ato de ser alguém que você nunca será
05/09/2016
RafaTanaka (733 artigos)
0 comentários
Compartilhar

Caso de Amor (2013): O ato de ser alguém que você nunca será

FacebookTwitterGoogle GmailShare

A internet, um mundo ainda desconhecido e que nos rodeia, seja nos nossos celulares ou computadores, estamos sempre conectados. O real se tornou um mundo digital, parece que muitas vezes estamos presos ainda na famosa “Matrix” e muitos não querem nem acordar deste mundo. O relacionamento atual não é mais olho no olho e nem mesmo sentir a essências, somos misturados e comparados com supostos e meras fotos de lugares. Algo está errado ou seria apenas uma ponta da nossa tardia evolução?

Temos o Caso de Amor (A Case of You)  que bebe praticamente desta fonte, as personas que criamos no mundo digital. Sam é um escritos fracassado, não possui nenhuma obra original e vive de reescrever filmes famosos em livros e ainda divide o apartamento com seu amigo Elliot, um cara totalmente desmiolado e muito ligado na “vibe”. Sua pacata vida sofre uma mudança quando conhece Birdie, a atendente do café que sempre demostra um belo sorriso, mas sem auto confiança e força de vontade, Sam acaba apelando por conquistá-la digitalmente, descobrindo seus gostos nas redes sociais e se tornando o cara ideal.

Dirigido por Kat Coiro, esta transparecer manter a situação atual da atual geração ao lado do roteiro do próprio Justin Long, esta que prefere viver por trás da tela do computador e deixar de viver o contato olho no olho, tudo se tornou mais fácil, vivemos presos a paradigmas e muitas vezes nem conhecemos totalmente a outra pessoa, somos sugestivos a felicidades postadas em fotos e em gostos que muitas vezes são escritos e demostrados para agradar a maioria e não a si mesmo, melhor dizendo, vivemos o irreal aquilo que muitos desejamos que fosse real mas preferimos ter vidas das quais nunca teremos a confiança da conquista no mundo real.

Justin Long demostra as pessoas que necessitam se passarem por outras para alcançar seu objetivos, deixar de lado o que não são para se tornar aquilo um desenho feito por alguém, perdido em escolhas para agradar uma mulher que poderia amá-lo pelo o que é, porém se conforma a seguir os padrões dos gostos digitais. Evan Rachel é moça maravilhosa, nunca imaginaria que fosse se apaixonar por alguém seu soubesse tantos dos seus gostos, vive uma pacata vida sem esperar anda e acaba sendo surpreendida pelo caso de amor.

Caso de Amor é um tipo filme clichê de amor,  aqueles situações previsíveis e personagens que sempre mantém o mesmo padrão, porém o seu diferencial por mais pequeno que seja, está na mensagem sobre os amores digitais, melhor dizendo os relacionamentos digitais, pessoas que idealizamos por vemos suas redes sociais e traçamos algo que não existe, apenas para estarmos conectados com todos, e que muitas vezes esquecemos da nossa própria essência.

FacebookTwitterGoogle GmailShare

comentários

Nota
2.5 de 5
No Geral

Caso de Amor é mais clichê sobre aquele amor idealizado, a diferença em toda história é contemplar os meios digitais para isso porém ainda continua sendo simples em meio a todas do mesmo gênero.

2.5

Justo
2.5 de 5
RafaTanaka

RafaTanaka

Diretor de Atendimento/ Planejamento e Redator. Formado em Publicidade e Propaganda. Amante do Cinema, Quadrinhos e Games.