A Momentary Lapse of Reason: A ressurreição do Pink Floyd
09/09/2015
David MacLeod (41 artigos)
0 comentários
Compartilhar

A Momentary Lapse of Reason: A ressurreição do Pink Floyd

FacebookTwitterGoogle GmailShare

“Sete de Setembro / data tão festiva/ foi a independência desta terra tão querida”… Se você lembra disso, está ficando velho, assim como o álbum “A Momentary Lapse of Reason” do Pink Floyd, que completou 28 anos nesta segunda. Lançado em 1987, foi o primeiro álbum da banda sem Roger Waters, que brigava com todo mundo e acabou saindo da banda 2 anos antes, e contém hits como “Learning to Fly” (Não é Foo Fighters, viu), “On The Turning Away” e “Sorrow“.

Roger Waters

 

Ao saber que os membros remanescentes estavam gravando o álbum, Waters tentou dissolver a banda por meios legais, mas acabou dando com os burros n’água (expressão de velho meus jovens, ele mesmo se prejudicou). Mesmo assim, sairia falando para todos os quatro cantos que os antigos colegas de banda eram “irrelevantes criativamente”, que ele devia usar o nome Pink Floyd e que os outros integrantes eram “canalhas preguiçosos e gananciosos”. No final das contas, o nome continuaria com Gilmour,Mason e Wright, e Waters ganharia a pecha de egomaníaco arrogante, ditatorial, maluco de guerra que nunca esteve na guerra e por aí vai.

Começando com “Signs of Life”, uma bela suíte instrumental, o álbum tem uma pegada mais leve,graças às orquestrações e uma profusão de sintetizadores, que faz com que o álbum soe como um antigo Floyd diluído para uma plateia mais dispersa. Mesmo “The Dogs of War”, que guarda um resquício do antimilitarismo de Waters, soa climática, sem o ranço resmungão que permeou “The Final Cut”, último álbum da banda com Waters (ou,como costumo dizer, último álbum de Waters com uma ínfima participação da banda).  De qualquer maneira, ainda é um álbum digno de nota, talvez injustamente esquecido, assim como a capa, uma profusão de camas à beira da praia, mais um dos trabalhos do colaborador de longa data Storm Thorgerson. Se você nunca ouviu, reserve um tempo para navegar nas águas floydianas. Valerá o passeio.

FacebookTwitterGoogle GmailShare

comentários

David MacLeod

David MacLeod

Apenas mais um tijolo na parede. Hater da Marvel e Amante da DC, mas as vezes se atreve ler algo da Casa das Ideais, pois o Stan Lee é o rei.