Nana, os romance e os dramas da vida real, em anime
20/04/2015
0 comentários
Compartilhar

Nana, os romance e os dramas da vida real, em anime

FacebookTwitterGoogle GmailShare

Nana é um anime de drama, adaptado dos mangas da mangaka Ai Yazawa, que também ficou conhecida por seu manga Paradise Kiss. Os 47 episódios foram animados pela Madhouse, empresa conhecida por Death Note, Card Captors Sakura, Chobits e Trigun, dentre muitos outros.

A trama gira em trono de duas garotas chamadas Nana. Para diferenciá-las na série, uma é chamada de Nana e a outra de Hachi. Nana é uma vocalista de uma banda de rock/punk que mora em uma cidade do interior do Japão e luta pelo sonho de ser uma rockstar e alcançar a fama. Seu namorado, Ren, é baixista de outra banda, que acaba emplacando, o que faz com que ele tenha que se mudar para Tokyo.

Hachi, é uma menina meiga e delicada que junta dinheiro para ir para Tokyo, assim que terminar o colégio, para rever seu namorado que foi para lá fazer faculdade. Quando Nana recebe uma proposta para ir tocar em Tokyo, as duas Nanas se encontram no trem e, apesar das diferenças viram amigas/colegas de apartamento.

Assim como na vida real, a vida em Tokyo não é nada fácil para as personagens que se perdem em meio aos dramas, romances e dificuldades de conseguir se dar bem na vida, sozinhas, em uma grande metrópole.

Por mais que o anime seja considerado shoujo, ou seja, anime para meninas, você com certeza verá muitos marmanjos barbados chorando ao assistirem Nana, pois, além de viciante, a história sabe nos tocar de forma que fica impossível não se identificar com os dramas das personagens, masculinos e femininos, pois a verossimilhança com a vida real é grande.

Infelizmente a mangaka Ai Yazawa não continuou a série de mangás por motivos de saúde (ou falta de). Então o anime é uma adaptação livre, a partir da publicação de número 21, da versão japonesa.

Nana é de 2006-2007 e ainda não tem previsão de continuação, devido ao hiato de Yazawa. O traço, tanto do mangá quanto do anime, é bem parecido com o anime anterior da autora, Paradise Kiss lançado em 2005. Além do anime, Nana ganhou 2 live actions, um em 2005 e um em 2006, ambos dirigidos por Kentaro Otani.

Indicado para jovens e adultos ambiciosos que lutam pelos seus sonhos. Eai, vamos assistir? Confira a abertura do anime:

 

FacebookTwitterGoogle GmailShare

comentários

Mah

Mah

Professora de inglês, redatora nas horas vagas, cinéfila, bookworm, jukebox ambulante, gamer, chef de cozinha amadora, geek e caçadora de arte underground/independente. DON'T PANIC!

Comentários

Sem Comentários Ainda Você pode ser o primeiro a comentar neste post!

Escrever comentário

Seus dados estarão seguros! Seu endereço de email não será publicado. Seus outros dados também não serão compartilhados com terceiros. Os campos obrigatórios estão marcados como *